Xirê para a orixá Nanã e festa para as Pomba-giras

No dia 22/07, a TUNGRA vai fazer um xirê em homenagem a mais velha dos orixás, Nanã, a senhora das águas paradas.

Resultado de imagem para nanã

A data de celebração à Nanã é no dia 26 de julho devido ao sincretismo com Nossa Senhora Sant’ana, saudada nesta data.

Características:

Saudação: Saluba Nanã! (Salve a Senhora que mora no alto, dê-me sua força!)

Dia da Semana: Sábado

Dia do ano: 26 de julho

Sincretismo: Nossa Senhora Sant’Ana

Elemento: Cobre

Natureza: Água e terra

Símbolo: Ibiri

Domínio: Maturidade

Cor representativa: Lilás ou roxo

Cor da guia: Lilás ou roxo

Oferendas: Milho cozido e velas lilás ou roxas

Bebida: Vinho branco doce

Planeta: Lua no quarto crescente e Mercúrio

Chacra: Frontal e laríngeo

Outros nomes: Nanã Buruquê, Nanã Buruku, Anabioko (Gêge) ou Zumbarandá (Angola)

Resultado de imagem para nossa senhora santana

No sincretismo, Nanã é Nossa Senhora Sant’Ana

Nanã é o orixá dos mangues, do pântano, da lama, senhora da morte responsável pelos portais de entrada (reencarnação) e saída (desencarne) das almas. Assim como seu filho Omulu, Nanã é a protetora dos idosos, desabrigados, doentes e deficientes visuais.

Ela desfaz o que está paralisado nos seres, dando-lhes mais movimento. Quando o ser estaciona num padrão vibratório negativo (pensamentos, sentimentos, crenças e emoções), ele será atraído para o campo de Mãe Nanã, para se tornar mais flexível.

Outra característica de Nanã é a decantação. Ela trabalha os seres em seus vícios, desequilíbrios e negativismos, fazendo uma espécie de filtragem dessas energias desequilibradas.  Isso acontece porque ela é um Orixá “água-terra”. O seu primeiro elemento de atuação é a água e o segundo é a terra. O elemento água dá maleabilidade ao que estava endurecido, “amolece”, torna permeável, pImagem relacionadaermite adquirir e absorver outros valores.

O Ibiri de Nanã  representa a ancestralidade dando a base à descendência, como se fosse o cuidado do ancestral com o descendente.

 

 

Festa para as nossas queridas Pomba-giras

Resultado de imagem para pombagiras

Pomba-giras e Exus trabalham juntos na execução da Lei e do Karma

Ainda no dia 22/07, na gira de esquerda, após às 18h, a TUNGRA vai realizar uma festa em homenagem e agradecimento à falange das Pomba-giras.

Em nossa casa, a falange é comandada pela pomba-gira senhora Dama da Noite, da coroa de Pai Orlando d´Ogum, junto às senhoras Rosa Caveira e Maria Mulambo, ambas da coroa de Mãe Aline d´Oxum.

damadanoite

Salve dona Dama da Noite

As queridas e belas Pomba-giras, são Exus femininos, são responsáveis por equilibrar e harmonizar o negativo feminino dos seres humanos e, assim como os Exus, elas atuam na execução da Lei e do Karma.

Por meio de suas gargalhadas, rodar de saias e sensibilidade, essas senhoras limpam toda energia negativa, principalmente àquelas do âmbito afetivo e amoroso, e reequilibram os seres, priorizando o bem e o amor próprio. Elas freiam os desvios sexuais dos seres humanos, direcionam as energias sexuais para a construção e evitam as destruições. As pomba-giras também ajudam na quebra de demanda no campo financeiro, trazendo a prosperidade.

Salve Lebara! Saravá todas as pomba-giras!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s